segunda-feira, 13 de agosto de 2012

STEPHEN KAUNG - SEDE VÓS POIS PERFEITOS 1ª PARTE



Esta é a primeira parte das ministrações entregues pelo irmão Stephen em Pennington, New Jersey - EUA, nos dias 29 e 30 de maio de 1993. O tema é o crescimento espiritual rumo à perfeição segundo o padrão do Senhor Jesus.
.
Leia também: Parte 2 | Parte 3 .


SEDE VÓS POIS PERFEITOS
PARTE 1


O QUE É A PERFEIÇÃO CRISTÃ?

Filipenses 3:15 – Por isso todos quantos já somos perfeitos, sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa de outra maneira, também Deus vo-lo revelará.
Gênesis 17:1 – Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o Senhor a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.
Mateus 5:48 – Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.
Hebreus 6:1-3 – Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus, e da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. E isto faremos, se Deus o permitir.
Hebreus 13:20-21 – Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em toda a boa obra, para fazerdes a sua vontade, operando em vós o que perante ele é agradável por Cristo Jesus, ao qual seja glória para todo o sempre. Amém.

Vamos buscar ao Senhor:
Querido Pai celestial, nos reunimos no nome de Teu Filho amado, nosso Senhor Jesus. Cremos que Tu estas conosco. Estamos em pé sobre solo sagrado. Desejamos remover nossos sapatos, como o fizemos, e ouvir o que Tu tens para nos dizer. Estamos todos aqui; fala, Senhor, os Teus servos Ti ouvem. o nome precioso de nosso Senhor Jesus. Amém.

O meu encargo neste tempo é o assunto da perfeição cristã. Este é um assunto que é muito grandemente ignorado, e algo que é muito mal entendido. Cremos que a perfeição cristã é a vontade de Deus; isso tem muito a ver com o propósito eterno de Deus. Mas, o inimigo sabe como a perfeição cristã é importante e ele tenta de toda forma confundir esta questão. Deste modo, entre o povo de Deus hoje, mesmo que nunca tenham ouvido sobre a perfeição cristã (pode haver perfeição cristã nesta terra?), ou que as pessoas possam tê-lo ouvido, mas elas estão muito confusas. Elas não sabem o que é realmente a perfeição cristã. Precisamos realmente esperar que o Senhor possa esclarecer esta questão para nos conduzir à Sua mente, para que possamos não apenas saber, mas realmente entrar na perfeição cristã.

O QUE NÃO É PERFEIÇÃO

Não é perfeita impecabilidade

O que não é perfeição cristã? Em primeiro lugar, a perfeição cristã não é a perfeita impecabilidade. Há apenas Um que é sem pecado e perfeito, e esse é o nosso Senhor Jesus. Além do nosso Senhor Jesus, não há ninguém em todas as eras, não há nem mesmo um na história da humanidade que seja sem pecado e perfeito. Nascemos no pecado, e pecamos. Somente o Senhor Jesus é sem pecado e perfeito. Ele que não conheceu nenhum pecado foi feito pecado por nós, para que pudéssemos nos tornar justos de Deus.
Quando o nosso Senhor Jesus nasceu, foi chamado de O Santo, porque Ele nasceu do Espírito de Deus que cobriu o ventre de uma virgem. O nosso Senhor Jesus não herdou a natureza pecaminosa da raça Adâmica. Em toda a Sua vida, o nosso Senhor Jesus nunca conheceu o que era o pecado. Ele não só não cometeu pecado, mas Ele nunca conheceu o que era o pecado. Ele foi sempre obediente ao Seu Pai. Porque Ele é sem pecado e perfeito, isso o qualifica para ser feito pecado por nós. Deste modo, em primeiro lugar, não estamos falando sobre a perfeita impecabilidade.

Não é erradicação de pecado

Em segundo lugar a perfeição cristã não é a erradicação do pecado. Eu fui salvo no meio do povo Metodista, e eles acreditam que você pode receber uma segunda bênção. Aquela segunda bênção consiste em que você passará por uma experiência, e naquela experiência, o pecado será erradicado de você. Daquele dia em diante, você nunca pecará – muito bonito.
Mas a palavra de Deus nos diz que o pecado sendo uma natureza ela mora em nós. Ela não é exterminada, é isolada. Em Romanos 6:6, nos é dito: “Sabendo isto, que o nosso velho homem foi crucificado [com Cristo], para que o corpo do pecado fosse desfeito [ou, propriamente dizendo, fosse desempregado, sem emprego], para que não servíssemos mais ao pecado”. Enquanto vivermos nesta terra, enquanto estivermos ainda neste corpo mortal, o pecado sendo uma natureza ainda mora em nós. Mas graças a Deus, o pecado está isolado, porque o nosso velho homem foi crucificado com Cristo. Este corpo está desempregado, e tem de ser empregado de novo, isto é, empregado pelo Senhor, para a justiça e santidade.
Por causa da salvação do Senhor, os cristãos não são obrigados a pecar. Podemos não pecar, não devemos pecar, mas isso não significa que não pecamos. A primeira carta de João 2:1 nos diz: “Estas coisas vos escrevo para que não pequeis”. Graças a Deus, podemos não pecar. Não somos obrigados a pecar porque a redenção do Senhor está ali. Mas ele disse: “Se alguém pecar, temos um Advogado”, um Parakletos, um Consolador, o nosso Senhor Jesus, o justo, que está diante do Pai. Ele é a nossa propiciação, não só para nós, mas para o mundo inteiro. Mais uma vez, a perfeição cristã não é a erradicação do pecado. Podemos vencer o pecado, mas ele não está exterminado, não até que sejamos vestidos de um novo corpo, um corpo espiritual.

Não está limitada a alguns

Terceiro, a perfeição cristã não está limitada a alguns. A perfeição cristã não é para a elite. É para todos os filhos de Deus. O chamamento para a perfeição é uma chamada para todos os filhos de Deus. Se você é salvado, se você nasceu de novo, se você é um filho de Deus, então é chamado para a perfeição cristã. O chamamento é universal para todo o povo de Deus. Muitas vezes, pensamos que a perfeição cristã é só para algumas pessoas muito especiais. A razão de pensarmos dessa forma é porque olhamos para o nosso caminhar em vez de olharmos para o chamamento de Deus. Quando vemos o nosso caminhar, pensamos: “Bem, ainda não cheguei. É impossível. Talvez alguns santos especiais cheguem, por isso a perfeição cristã é para eles. Não é para nós os crentes comuns”.
Não confunda o chamamento com a caminhada. O chamamento é de Deus e o chamamento de Deus é universal. Ele chama a todos nós para a perfeição porque o nosso Deus é perfeito. Ele não pode nos chamar para menos daquilo que Ele é. Mas se respondemos ou não ao Seu chamamento é nossa responsabilidade. Infelizmente, muitas vezes falhamos em nossa responsabilidade. Porque falhamos, dizemos que não somos chamados, mas isso não é verdade. Somos chamados, e porque somos chamados, vamos, portanto, responder.

O SEGREDO DE PERFEIÇÃO

Caminhar na Presença de Deus

Se você ler a Bíblia, encontra que Abraão é o pai da fé e devemos andar nas suas pegadas. Graças a Deus, quande Deus o chamou, pela fé ele obedeceu. Ele saiu de Ur de Caldéia, ele seguiu a Deus, não sabendo para onde iria, mas sabia que Deus o guiava. No livro da Gênesis, vemos como Deus o guiou no caminho da fé. Em Gênesis 15, Deus se revelou a ele e lhe deu grandes promessas. Ele creu em Deus, e porque creu, foi considerado justo. Graças a Deus por isso!
Quando você vai a Gênesis 16, encontra que algo aconteceu. Deus prometeu dar a ele semente como as estrelas do céu, mas ele não tinha nenhum filho. Por isso tomou Hagar, esperando que de Hagar ele pudesse obter a semente. Ele quis dar uma mãozinha para Deus cumprir a Sua promessa. Ele fez isso quando tinha oitenta e seis anos e teve Ismael. Depois disso, Deus não falou com ele durante treze anos. Deus ficou em silêncio com ele porque ele não seguia ao Senhor. Ele não andava perfeitamente à vista de Deus. Aqueles treze anos silenciosos foram uma disciplina muito profunda para Abraão.
Depois de treze anos, quando tinha noventa e nove anos, Deus apareceu a ele e lhe falou novamente: “Eu sou o Deus Todo-Poderoso. Anda na Minha presença, e sê perfeito”. Isso nos diz que o pensamento de Deus acerca de Abraão foi a perfeição. Deus não estava contente com Abraão quando ele não andava perfeitamente diante Dele. Mas Deus disse: “Eu sou o Deus Todo-Poderoso, o El-Shaddai. Sou o Deus todo suficiente. Anda em Minha presença, e sê perfeito”.
Como você pode ser perfeito? Qual é o segredo da perfeição? Lembre-se, o segredo da perfeição não está em você. O segredo da perfeição está em Deus. Deus disse: “Eu sou o Deus Todo-Poderoso. Lembre-se de que Eu sou o Deus todo suficiente. Como sou o Deus todo suficiente, se você andar na Minha presença, esperando somente em Mim, vendo somente a Minha face, confiando somente em Mim, você será perfeito”. Isso é a perfeição cristã.
Se conhecermos a Deus, se soubermos quem Ele é, e se estivermos em comunhão constante com Ele, não andando atrás Dele, ou se escondendo Dele, mas andando diante da Sua face, O veremos diariamente e Ele nos fará perfeitos. Ele fará a obra.

Conhecer a Graça de Deus

Lembra-se de Noé. Em Gênesis 6, Noé encontrou favor a vista de Deus. Mais tarde, a Bíblia diz que Noé foi perfeito em sua geração. Primeiro, ele encontrou favor a vista de Deus; ele encontrou graça perante Deus. Então, se diz que ele foi perfeito em sua geração. Mais uma vez, há um segredo aqui. O segredo da perfeição é a graça de Deus. Se você encontrar graça em Deus, então será perfeito. Esta perfeição foi na sua geração. Em outras palavras, é segundo a luz que cada um tem no seu tempo. Assim, isso não nos fala que é perfeição sem pecado. Noé foi um homem perfeito, perfeito a vista de Deus, mas ele não era a perfeição sem pecado. Na verdade, encontramos que mais tarde ele se embriagou. Mas, encontrou graça a vista de Deus, e foi perfeito na sua geração, segundo a luz que ele teve em seu tempo.
Como podemos ser perfeitos diante de Deus? Podemos ser perfeitos se conhecermos a graça de Deus e se obedecermos à luz que Deus nos deu e andarmos nela. Deus é luz. Ele vive na luz. Se andarmos na luz, como Deus está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, o Filho de Deus, nos purifica de todos os nossos pecados.

Temer a Deus e desviar-se do mal

Lembra-se do Jó. O livro de Jó, o quanto sabemos, é o primeiro livro da Bíblia a ser escrito. Ele viveu no tempo dos patriarcas, e Jó não era nem judeu. Na verdade, ele viveu em Edom, na terra de Uz. A Bíblia diz que Jó era justo e reto. Ele temia a Deus e se desviva do mal. Perante Deus, era considerado tão perfeito quanto alguém em sua geração. Por quê? Porque temia a Deus e se desviava do mal. Não se diz que ele era sem pecado e perfeito, não se diz que ele teve a raiz do pecado exterminada, por isso não podia mais pecar. Não, somente nos é dito que ele temia a Deus e se desviava do mal. Jó disse sobre ele:
Se eu me justificar, a minha boca me condenará; se for perfeito, então ela me declarará perverso. Se for perfeito, não estimo a minha alma; desprezo a minha vida. (Jó 9:20-21)
Jó sabia muito bem que se ele se considerasse perfeito, Deus podia comprovar que ele era perverso. Ele não era sem pecado e perfeito, e ainda assim Deus disse que ele era perfeito porque temia a Deus e se desviava do mal.

A PERFEIÇÃO É OBRA DE DEUS

Lembra-se de Davi. Davi era um homem segundo o próprio coração de Deus. Mas, Davi foi perfeito, sem pecado e perfeito? Todo mundo sabe que não foi, contudo Davi falou sobre a perfeição. Ele disse: “Nota o homem sincero, e considera o reto, porque o fim desse homem é a paz” (Salmo 37:37).
Davi era um homem segundo o próprio coração de Deus. Ele sabia onde estava o coração de Deus. Considere o Salmo 138:8. Ele se parece quase com uma oração de Davi acerca desse assunto da perfeição. Ele disse: “O Senhor aperfeiçoará o que me toca; a tua benignidade, ó Senhor, dura para sempre; não desampares as obras das tuas mãos Senhor faz perfeito aquele que me concerne”. Ele cria que Deus o aperfeiçoaria. Foi a benignidade de Deus que o aperfeiçoou. Foi a obra de Deus que o aperfeiçoou. A perfeição é obra de Deus. Por causa da Sua clemência, da Sua benignidade, Ele o faz perfeito para o louvor da Sua glória.
Nosso Senhor Jesus disse: “Sede vós, pois, perfeitos como o seu Pai que está no céu é perfeito” (ver Mateus 5:48). Agora, se isso não é a perfeição cristã, o que ela é? A quem o Senhor diz tais palavras? Em Mateus 5, o Senhor Jesus foi à montanha, sentou-se, e os Seus discípulos vieram a Ele. Ele abriu A sua boca e disse: “Bem-aventurado..”., e continuou dizendo o que chamamos de o Sermão do Monte. Essas palavras foram ditas aos discípulos; não foram ditos às multidões. As multidões vieram e ouviram por acaso o que o Senhor disse aos Seus discípulos. Mas essas palavras foram dirigidas diretamente aos discípulos, porque só os discípulos eram capazes de ouvir essas palavras. Se você não for discípulo de Cristo, e ouve essas palavras, e tenta imitar, tenta executá-las, descobre que é impossível. Você não pode executá-las. Elas o condenam. Mas, se você é discípulo de Cristo, a possibilidade está ali. Por isso, o Senhor Jesus disse: “Sede vós perfeitos como o meu Pai celestial é perfeito”.

A PERFEIÇÃO É O CARÁTER DE DEUS

Você sabe, a perfeição é segundo o caráter de Deus. Porque o nosso Deus, o nosso Pai, é perfeito, por isso, devemos ser perfeitos. A perfeição aqui não diz respeito a deidade. Espero que possamos deixar isso bem claro desde o começo. Isso não significa que devemos nos tornar tão perfeitos que nos tornamos deificados. Somos sempre seres humanos. Graças a Deus, somos seres humanos. Não tente ser anjo. Você é um homem, uma mulher, um ser humano; e por toda a eternidade, seremos seres humanos. Somos criados a própria imagem de Deus. Isso é mais alto do que os anjos, mas nunca seremos deificados. Lembre-se, Deus é sempre Deus, e nós somos sempre homem. Mas, precisamos ser perfeitos como o nosso Pai celestial é perfeito.
Em que sentido precisamos ser perfeitos? Isso significa que devemos ter o mesmo caráter que o nosso Pai tem porque somos os Seus filhos. Nascemos com a Sua vida; a Sua vida está em nós. Por isso, precisamos ter esta vida desenvolvida em um caráter que se pareça com Deus.
Deus ama o homem bom e ama o homem mau. Ele dá a chuva ao bom e ao mau. Ele faz o sol brilhar sobre o mau e sobre o bom. Em outras palavras, amor; há amor de Deus. Por isso, o Senhor disse: “Sê perfeito em amor como o seu Pai celestial é o perfeito amor” Portanto isso é concernente à nossa conduta, é concernente ao nosso caminhar, é concernente ao nosso caráter cristão. Temos de desenvolver o nosso caráter cristão para que possamos ser perfeitos como o nosso Pai celestial é perfeito.
Lembre-se que em Mateus 19, um jovem rico, um jovem bom, correu ao Senhor, ajoelhou-se diante do Senhor em meio a multidão, e disse: “Bom mestre, o que devo fazer para herdar a vida eterna?” A Bíblia diz que o Senhor o viu e o amou. Era uma raridade, mesmo naquele tempo, e naturalmente, hoje, também - um jovem que quisesse a vida eterna. E porque ele queria tanto a vida eterna, não se envergonhou de ajoelhar-se diante do Senhor e pedir para o Senhor que o ensinasse. Ele era um bom jovem, por isso o Senhor disse: “Porque me chamas bom? Há somente um bom, que é Deus. Deus é o único bom. Você não é bom. Não pense que você é bom. Você não é bom. Somente Um é bom”.
Ele ficou confuso. Ele pensava que a vida eterna era algo para ser ganho, e que por fazer o bem, ele poderia ganhar a vida eterna. O Senhor disse a ele: “Se você realmente quer ser bom, guarde os mandamentos”. Ele disse: “Quais mandamentos?” E o Senhor citou para ele somente a segunda taboa de pedra. Ele não citou a primeira taboa de pedra que contém os quatro mandamentos concernentes a nossa relação com o Deus. Mas o Senhor só citou aqueles que falam do relacionamento com os seres humanos, porque é algo que ele entenderia. E ele disse: “Desde a infância os guardei”. Sim, ele os guardou na letra, mas não no espírito. Assim, quando o Senhor o desafiou no espírito, teve de ir-se tristemente porque não os tinha guardado. Ele não tinha amado o próximo como a ele mesmo. O Senhor disse: “Muito bem, você quer ser bom. Agora deixe-me dizer-lhe o que é ser bom”. Lembra-se, ele chamou o Senhor de bom, e o Senhor disse se você quer ser perfeito, porque a perfeição é boa. “Se você quiser ser bom, venda tudo o que você tem”. O Senhor sabia que ele amava muito o dinheiro. “Dê aos pobres, guarde o espírito dos mandamentos, e venha e siga-me”. Agora, isso não significa que se ele desse aos pobres, seria perfeito. Não, ele iria apenas se livrar das barreiras. “Venha e siga-me”. Em outras palavras, para o homem é impossível, mas para Deus, todas as coisas são possíveis.
Se você quiser ser perfeito, é impossível para você, mas é possível para Deus. Não pense que você pode ser perfeito. Você pode tentar aperfeiçoar-se, mas você irá embora triste, como aquele jovem. Mas graças a Deus, se você apenas confiar na Sua graça, Ele é capaz de fazer muitíssimo mais do que aquilo que você pode até mesmo imaginar.

PROSSIGA PARA A PERFEIÇÃO

Paulo disse: “Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos” (1 Coríntios 2:6). Dos versos 1-5, Paulo disse: “Quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado”. E logo no verso 6, ele repentinamente mudou. Ele disse: “Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos”. Se você ler uma descrição desta sabedoria, saberá que ele está falando sobre a igreja. É a sabedoria de Deus. Mas ele disse: “Ao perfeito, falarei sobre a sabedoria”. Em outras palavras, você encontra que há pessoas que são consideradas como perfeitas. Agora talvez se você ler 1 Coríntios, pensará: “Bem, existem provavelmente um ou dois. É para a elite, não para todos os crentes”. Mas se você for a II Coríntios, capítulo 13, quando Paulo concluiu a carta, disse: “Irmãos, regozijai-vos; sede perfeito” (versos 11). Ele disse: “Sede perfeitos irmãos” – cada irmão, cada irmã. Nossas irmãs são irmãos femininos; irmãos masculinos e irmãos femininos, somos todos os irmãos. É para todos.
Considere a carta aos Hebreus no capítulo 6, onde o escritor disse: “Vós irmãos santos, que receberam aquela chamada celestial, agora é tempo de deixarem o começo da palavra, e continuar para a perfeição, o crescimento pleno”. Não fique somente no fundamento. O fundamento deve ser posto; mas depois que o fundamento está posto, você precisa ser edificado até o crescimento pleno.
Por toda a Bíblia, seja no Velho ou Novo Testamento, vemos que a perfeição consiste no que Deus é em você e em mim. A perfeição é baseada no próprio Deus porque Deus é perfeito. Por isso como você pode imaginar que Ele nos chamaria para a imperfeição? É contraditório ao próprio caráter de Deus. Ele nos ama tanto, Ele quer que nós nos pareçamos com Ele.

VIDA CRISTÃ E SERVIÇO CRISTÃO

Qual é a perfeição cristã? Esta mesma palavra perfeito tem várias palavras no grego. Contudo, existem duas palavras principais, ambas traduzidas como perfeito. Uma é teleios. Teleios significa “crescido, maduro, útil, saudável, completo”. Quando você o aplica a um cristão, significa a maturidade cristã. Há outra palavra, katartizo, que significa “concertar”, como remendar as redes, ou “ajustar” (quando os ossos estão fora do lugar, você os ajusta no lugar), “equipar, preparar”. Quando é aplicado aos cristãos, significa a preparação espiritual.
Comparando essas duas palavras, teleios se refere a experiência cristã, a vida cristã, e katartizo se refere ao serviço cristão. Teleios se refere à maturidade cristã em relação ao caráter, e katartizo se refere a preparação do cristão, somos equipados para o serviço. No Novo Testamento, ambas as duas palavras principais são traduzidas por perfeito – tanto se refere ao caráter, isto é, você está amadurecendo, tomando o caráter de Cristo, como pode se referir a preparação com dons espirituais, para que você possa servir ao Senhor segundo a Sua vontade.


Leia agora a Parte 2 desse artigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMUNIDADE MENSAGEM DA CRUZ

Minha foto
Aracati - Ceará, Nordeste, Brazil
IRMÃOS, GRAÇA E PAZ! BEM-VINDOS AO NOSSO BLOG. A COMUNIDADE MENSAGEM DA CRUZ EM ARACATI CEARÁ, É FRUTO DA OBRA REDENTORA DE CRISTO NO CALVÁRIO. QUE DEUS O ABENÇOE E EDIFIQUE RICAMENTE NA PESSOA DE SEU AMADO FILHO JESUS CRISTO. NOSSO COMPROMISSO É COM A VERDADE DA PALAVRA DE DEUS. Endereço: Rua Coronel Pompeu, Nº 1644 (próximo ao Ginásio Polivalente), Vila Olímpica (Cacimba do Povo). E-mail: comunidademdacruz@gmail.com - Pr. OSVALDO MAIA